sábado, 31 de agosto de 2013

Rosa Branca

Rosa branca perfumada
que das tuas pétalas emanas
tão suave brisa perfumada .

Rosa branca de uma beleza estonteante
que embelezas campos e planícies
vales e quintais de pobres e nobres.

Na plenitude do meu olhar
jamais conseguirei descrever tais sensações
de tanta harmonia assimétrica.

Rosa branca de tiro toda beleza
a paz que a natureza me concede
sem entraves nem porquês .

Rosa branca como tanto te invejo
por seres livre neste mundo sem
macula de pecado.

Hoje apenas me apetece contemplar
como se o amanha não existisse talvez
seja apenas um momento entre ti e mim.

A ti apenas te desejo que cresças sem
pressa de viver uma vida demasiada curta
de uma morte anunciada.

Rosa branca purpura de cheiro intrigante
vou te  deixar em paz cuida-te
vive imaculada como a pureza da tua cor .

Emanuel Moura


sábado, 24 de agosto de 2013

Olhar

Vida de um menino único de corpo nu de uma nudez permanente ,pe descalço de rosto incógnito marcado pela vida de quem nada tem .Um menino de estranho olhar esbugalhado e terno mas cheio de sofrimento de uma vida amargurada .Menino marcante cheio de anseios pela rudez e angustias da sua vida ,vida essa cheia de soluços de fome e sede .Que menino estranho que me deixa sem palavras ,por momentos a felicidade reina num estender de mao que agradece com um lindo sorriso rasgado no seu rosto .Vejo neste menino a simplicidade dos pormenores de quem nada tem ,uma visão simplesmente pura e extenuante do seu amor pela vida na mais pura plenitude .Momento único da vida ver tal simbiose da metamorfose num rosto que se transforma a cada amargura da vida ,nele nasce a felicidade e a esperança que tanto
procura .Sera este menino a verdadeira essência do ser humano com tao ténue esperança de vida ,vida essa que não viveu . Ficaram as recordações  de um olhar visto por quem tudo tem e que tudo pode fazer por quem nada tem ,um recordar de um momento passado mas presente neste mundo em constante transformação.
Seja aquele que tudo pode transformar na vida de quem nada tem -Emanuel Moura

domingo, 11 de agosto de 2013

Amo-te

Um dia tudo acabara e a angustia começara para mim ,nos iremos separar sem uma palavra dita ,eu chorarei em silencio tamanha tristeza que afagara meu coraçao,a saudade da espera pelo dia em que não te tornarei a ver serão angustias intermináveis de dias de clausura ate esse dia chegar  para mim,essa mesma hora que tanto receio  desde o nosso primeiro encontro chegara por fim para mim .Ireis partir num dia feliz e eu apenas  ficarei triste e pensativo e recordarei todos os momentos felizes ao teu lado ,estranhamente minha vida sera um deserto mas estejas onde estiveres ,aconteça o que acontecer quer que continues a ocupar um pedacinho tao especial no meu coraçao .Quero que saibas que encontrarei horas padecentes para o meu coraçao ,horas  que refletem ceus sem ar nem luz ,o sofrimento ira crescer como grama de um belo jardim onde jamais poderá brotar as lindas flores perfumadas e cheias de cores .Mas a fe me dará a esperança que tanto precisarei ,me dará o necessário para vencer essas horas sombrias ,pois não somos mais que recordações da terra e nostalgia de um ceu imenso,ganharei então forças para que as belas flores voltem a desbrochar abafando toda a erva ruim que  por momentos a sufocaram .Maezinha os nossos coraçoes estarão sempre unidos ,apesar de nunca temos estado separados corporalmente como um dia estaremos ,mas continuaremos unidos pelo espirito,embora sera difícil um dia compreender tal crueldade ,querida mae há um ditado que diz "longe da vista longe do coraçao",mas conosco nunca acontecera ,amar-nos-emos  cada vez mais ate esse dia que nos voltaremos a encontrar ,esse dia que tanto ansiarei então irei ver que jamais nos esquecemos ,nem nunca nos separarmos verdadeiramente ,mas que sempre nos amamos incondicionalmente eu e tu.Mae ate esse dia chegar terei muito em que pensar mas dou graças por ainda permanecer em minha vida por muitos anos assim espero
agradeço a este nosso grande amor que tudo aproveita para ser chama que se alimenta eternamente Emanuel Moura ......

sábado, 3 de agosto de 2013

Esperança

Uma pomba que esvoaça no ar imitando a sua simplicidade, com tanta facilidade o seu destino há-de alcançar  .Deve elevar-se como uma aguia sempre em direção ao ceu para comtemplar toda a existência neste mundo .Deve ser com um lírio branco que nunca se preocupa com o vestir ou que comer assim e aquele quem ama que cuida da sua  amada .Amor que deve ser como  açucena de candura ,alma branca como a neve pura como na sua magnifica virgindade  num pranto de felicidade .E como uma flor amarela que nos campos cresce bela em perfeita alegria que no decorrer do dia nos irradia a alma .Alma essa de caridade ,onde reina a humildade da violeta do mais nobre jardim  onde terá vida . Imploro-te vida guarida para este meu coraçao que seja  como cera que se deixa moldar por quem o saiba guiar simplesmente  através da luz e do amor ,como uma simples vela que se gasta sem medida .Vela essa que se expõe ao vento pronta para ir ate onde este a levar ,esta nobre corrente de  encanto que me leva  para la das alturas deste mundo ,onde apenas reine esse encanto de tesouro tao caro como o amor ,mas tao simples como um vaso de barro frágil que parte com tanta facilidade .Que em cada momento da nossa vida saibamos depositar todo o nosso amor e sabedoria naqueles corações benignos e transforma-los em tesouros dignos de esperança e paz ,Emanuel Moura ........